quinta-feira, abril 15, 2021
Home Cultura Conheça a vida e obra de Cora Coralina

Conheça a vida e obra de Cora Coralina

Arte: Revista Prosa e Verso

Cora Coralina é o pseudônimo de Ana Lins dos Guimarães Peixoto (1889-1985). Nasceu na cidade de Goiás, antiga Villa Boa de Goyaz, filha de Francisco de Paula Lins dos Guimarães Peixoto, desembargador nomeado por D. Pedro II, e Jacinta Luísa do Couto Brandão.

Poeta e contista brasileira de prestígio, Cora se tornou um dos marcos da nossa literatura. Iniciou sua carreira literária aos 14 anos com o conto Tragédia na Roça, publicado no Anuário Histórico e Geográfico do Estado de Goiás.

Cora publicou o seu primeiro livro aos 76 anos e despontou como detentora de uma das maiores expressividades da poesia moderna. Após a morte da poeta, em 1985, amigos e parentes se reuniram e criaram a Associação Casa de Cora Coralina, entidade de direito privado e sem fins lucrativos que mantém o Museu Casa de Cora Coralina. De acordo com o seu estatuto, a sua finalidade é “projetar, executar, colaborar e incentivar atividades culturais, artísticas, educacionais, ambientais, visando, sobretudo, a valorização da identidade sociocultural do povo goiano, bem como preservar a memória e divulgar a vida e a obra de Cora Coralina”.

A Global Editora publica, com exclusividade, todas as obras de Cora Coralina. Além dos livros, a Global disponibiliza diversos conteúdos exclusivos em seu blog: entrevistas, críticas literárias, resenhas, vídeos, notícias e muito mais.

Conheça sete livros de – e sobre – Cora Coralina

Raízes de Aninha

‘Cora Coralina – Raízes de Aninha’ (Ideias e Letras) é o retrato da vida privada e artística de Anna Lins dos Guimarães, mais conhecida por Cora Coralina. A obra, fruto de 20 anos de pesquisa de Rita Elisa Seda e de Clovis Carvalho Britto, traz, além de um rico material biográfico, um amplo acervo fotográfico da poeta.

 Melhores Poemas

‘Os Melhores Poemas – Cora Coralina’ (Global) foi publicado em 2009 com seleção e prefácio de Darcy França Denófrio.

Vintém de Cobre

Cora Coralina batizou com o nome da velha moeda seu livro de memórias, ou meias-confissões, como ela prefere, redigidas em versos. ‘Vintém de Cobre’ (Global) é um livro tumultuado, aberrante, da rotina de se fazer e ordenar um livro.

Estórias da Casa Velha da Ponte

Como toda residência de interior habitada muito tempo pela mesma família, a casa velha da ponte vivia cheia de histórias. Tradições que embalaram a infância de Cora Coralina, criada na velha casa, já então decadente, e outras histórias vividas na cidade, que impressionavam a menina, são matéria-prima de ‘Estórias da Casa Velha da Ponte’.

 Poemas dos Becos de Goiás e Estórias Mais

‘Poemas dos Becos de Goiás e Estórias Mais’ (Global) foi o livro com que Cora Coralina estreou na literatura, em 1965. Com raízes profundas na alma popular, sabedoria dosada de ironia, de alguém que muito viveu e sofreu, mas de expressão tão suave, simples, este livro apresenta a ‘nova’ poeta aos leitores e à crítica.

Doceira e Poeta

Embora escrevesse desde menina, Cora Coralina só publicou seu primeiro livro pouco antes de completar 76 anos, depois de ter ficado viúva. Nesses anos todos, criou quatro filhos e trabalhou muito. Ao voltar para sua cidade natal, virou doceira de mão cheia e suas receitas estão reunidas em ‘Cora Coralina – Doceira e Poeta’ (Global).

A Menina, O Cofrinho e A Vovó

Aqui, Cora Coralina para crianças. Em ‘A Menina, O Cofrinho e A Vovó’, a escritora conta como uma avó ‘trabalhadeira’ recebeu um presente simples e generoso da neta. Um presente que ajudou a avó a realizar seu sonho. E como será que avó agradeceu?

Com informações da Global Editora

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments