Foto: Governo de GoiásNo meio do Cerrado goiano, já na divisa com a Bahia, encontra-se um dos mais importantes complexos espeleológicos da América Latina, o Parque Estadual Terra Ronca (PETeR). A região é repleta de grutas, morros, cachoeiras e águas cristalinas, uma ótima opção para quem busca desfrutar da natureza com muita emoção. Além disso, o parque possui mais de 60 cavernas molhadas, atravessadas por rios, e mais de 300 cavernas secas, algumas delas podem ter bocas de até 120 metros.

O PETeR, com cerca de 57 mil hectares de área, foi criado no ano de 1.989 com o propósito de contribuir com a preservação da flora, fauna, os mananciais e, em particular, as áreas de ocorrência de cavidades naturais subterrâneas. Também o seu entorno conta com medidas protetivas, com atenção aos sítios naturais de relevância ecológica e reconhecida importância turística.

O complexo recebe este nome curioso “Terra Ronca”, devido ao som que os rios emitem ao atravessar as cavernas e também pelo burburinho das cachoeiras. É o ruído da terra convidando a todos para conhecer suas belezas, guardadas em sua fauna e flora, para vivenciar aventuras únicas e marcantes.

Reconhecimento

Os Sítios do Patrimônio Mundial Natural protegem áreas consideradas excepcionais do ponto de vista da diversidade biológica e da paisagem, como ocorre em Terra Ronca. Neles, a proteção ao ambiente, o respeito à diversidade cultural e às populações tradicionais são objeto de atenção especial. Os Sítios geram, além de benefícios à natureza, uma importante fonte de renda oriunda do desenvolvimento do ecoturismo.

No Brasil, existem vários Sítios do Patrimônio Mundial Natural. Desde 1977, o país é signatário da Convenção para a Proteção do Patrimônio Mundial, Cultural e Natural de 1972. Os sítios naturais que já obtiveram reconhecimento junto à Unesco como patrimônios mundiais são o Parque Nacional do Iguaçu, Costa do Descobrimento Reservas de Mata Atlântica, Mata Atlântica Reservas do Sudeste, Área de Conservação do Pantanal, Complexo de Conservação da Amazônia Central, Fernando de Noronha, Atol das Rocas e os parques Nacional da Chapada dos Veadeiros (PNCV) e Nacional das Emas (PNE). Esses dois últimos localizados no Estado de Goiás.