sexta-feira, fevereiro 26, 2021
Home Turismo Destaque nacional, maior sítio de formações rochosas está em Goiás

Destaque nacional, maior sítio de formações rochosas está em Goiás

O Estado de Goiás tem sido destaque recorrente nas edições de domingo do jornal Correio Brazilense. No último ddomingo, dia 18, a cidade de Pirenópolis foi retratada no veículo de abrangência nacional sob um novo aspecto, bem diferente das tradicionais perspectivas, que mostram sempre roteiros de cachoeiras ou dicas culturais. A equipe do Correio acompanhou um grupo de oito fotógrafos profissionais e amadores em uma incursão pela isolada Cidade Perdida dos Pirineus, mais conhecida como Cidade de Pedra, o maior sítio de formações rochosas no Brasil.

Cidade Perdida dos Pirineus, em Pirenópolis, Goiás. Na imagem o pôr do sol aparece atrás de ruínas de pedras gigantes.

De acordo com a publicação, o complexo ocupa cerca de 500 hectares, o equivalente a aproximadamente 850 campos de futebol, duas vezes maior do que o Parque Nacional de Sete Cidades, no Piauí. Há acessos ao local por Pirenópolis e Cocalzinho, e o passeio pode durar de quatro a sete horas, dependendo do ponto de partida e daquele em que se pretende chegar.

O primeiro registro da Cidade de Pedra é de 1871 e foi descrito pelo padre e médico naturalista François Henry Trigant des Genettes. “Trata-se de uma área cobrindo uma grande extensão de terreno, com muralhas para fortificações, largas ruas e praças, ruínas desgastadas de estátuas, templos gigantescos, teatros, palácios, residências e túmulos”, escreveu ele em carta ao imperador Dom Pedro II. Esquecida durante anos, a formação geológica foi redescoberta pelo historiador goiano Paulo Bertran (1948-2005).

Cidade de Goiás
A antiga capital do Estado também ilustrou os cadernos do Correio Braziliense neste mês de agosto. No dia 11, o Ano Cultural Cora Coralina, que será instituído pelo governador Ronaldo Caiado por meio de decreto que será assinado nesta terça-feira, dia 20, foi um dos tópicos abordados na reportagem especial do veículo.

De acordo com o governador, o decreto institui o Ano Cultural Cora Coralina de 20 de agosto de 2019 a 20 de agosto de 2020. “Nossa intenção é homenagear essa expoente da literatura brasileira em razão de sua significativa contribuição à cultura goiana”, destacou Caiado. Este ano completam-se 130 anos do nascimento da escritora. Uma série de programações está prevista para o dia na antiga Vila Boa de Goiás.

Foto: Ed Alves/CB/D.A Press

DEIXE UMA RESPOSTA

Favor escrever aqui seu comentário
Favor digitar seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments