quinta-feira, julho 29, 2021
Home Blog

Alessandro Guimarães vence 3ª etapa da Volta Ciclística de Goiás

0
Foto: divulgação

A terceira das seis etapas da Volta Ciclística de Goiás foi finalizada no início da noite de sexta-feira (18). Alessandro Guimarães teve o melhor desempenho e comemorou a vitória.

“Muito feliz de ter saído com a vitória e bem confiante para a sequência. Melhor edição que já participei. O nível está muito alto, tanto de estrutura quanto de atletas. Espero que a competição cresça cada vez mais nos próximos anos”, destacou Alessandro Guimarães. O segundo lugar foi de Orlando Neto e Vinícius Rangel acabou na terceira posição.

A etapa três teve saída em Caldas Novas, passando por Marzagão, Água Limpa e retornando para Caldas Novas, totalizando percurso de 153, 8 km.

Caipônia: ecoturismo e aventura

0


Caiapônia, a 334 quilômetros de Goiânia, é sem dúvida, um dos mais importantes pólos do turismo aventura do Estado. As infinitas cachoeiras disputam os olhares de admiração com as exóticas silhuetas da Torre, da Freira, do Gigante Adormecido, dentre outras.


Para o turismo ecológico, Caiapônia é um verdadeiro santuário. São cachoeiras, antigas propriedades rurais, rios caudalosos, formações rochosas e uma paisagem sem igual. A Serra do Gigante Adormecido, um paredão místico e imponente que abriga monumentos naturais como as Torres, a Freira, o Rosto e a Muralha, é uma de suas mais apreciadas atrações.


Com 14.432 habitantes, Caiapônia tem se firmado como pólo turístico. A Cachoeira do Pântano é uma de suas atrações. Formada pelo ribeirão Pântano, ela oferece um belo visual. Uma cascata despenca por uma escadaria de pedras simetricamente arrumadas pela natureza.


A Cachoeira do Vale, 12 quilômetros da sede do município, por asfalto, é outra opção turística de Caiapônia. Ela mostra a precipitação das águas em longa extensão da serra de pedras coloridas. Em sua queda, forma um enorme lago de água cristalina e de pouca profundidade, ideal para banhos refrescantes.


Outras duas Cachoeiras complementam a beleza turística de Caiapônia: a da Abóbora e a de São Domingos, as duas bastante próximas uma da outra. Em meio à mata fechada, a Cachoeira da Abóbora desde de uma altura de 120 metros. A de São Domingos, a 350 metros, formada pelas águas do rio Piranhas, tem queda de 40 metros. Ambas são procedidas de enormes lagos.


Conhecida como o município das mil cachoeiras, Caiapônia oferece ainda a deslumbrante beleza da Cachoeira do Salomão, uma queda d`água com cerca de 80 metros, de difícil acesso, mas de visual compensador. Suas águas são transparentes e protegidas por uma vegetação rica em espécies, onde destacam-se orquídeas e várias tonalidades.


Muitas outras cachoeiras menores, mas de igual beleza, estão dispostas em todas as regiões do município. Todas elas são excelentes para acampamentos e a grande maioria ideal para o lazer de crianças, face às suas águas rasas e margens limpas.


Visitar Caiapônia é entrar em contato com o mais belo na natureza goiana. O município tem excelente estrutura hoteleira e oferece guias turísticos. Está localizado na Região Sudoeste do Estado e pode ser alcançado pelas GOs 060 e 221.

Cadastur Goiás comemora marca histórica

0

Goiás tem atualmente mais de 5 mil empresas e prestadores de serviços turísticos regularizados. Só em 2020, entre novos cadastros e renovações, foram efetuados 3.848 registros e esse ano já são 710 Cadastros de Prestadores de Serviços Turísticos oficializados.

Segundo a coordenadora Regional de Serviços Turísticos em Goiás, Sandra Vital, muitos se interessaram pelas linhas de crédito especiais oferecidas pelo Governo de Goiás para o Turismo a juro zero, e que exigem o cadastro. Sandra destaca que a alta se deve também à sensibilização realizada pela equipe do Cadastur Goiás, que se desdobra através de e-mails e ligações orientando os prestadores de serviço sobre a importância de formalizar seus cadastros no Ministério do Turismo.

O registro garante que empresas e prestadores de serviço estejam dentro da legalidade e é uma das exigências para a inclusão e a permanência de um município no Mapa do Turismo Brasileiro. O Cadastur é o sistema de profissionais e empresas que integram a cadeia do Turismo, executado pelo Ministério do Turismo em parceria com os estados.

O cadastro é gratuito e totalmente digital, e pode ser realizado por meio do site www.cadastur.turismo.gov.br. Qualquer dúvida ou esclarecimento, entrar em contato pelos telefones (62) 3201-8123 e (62) 3201-8125, com Sandra ou Valéria, ou pelo e-mail [email protected].

Pindamonhangaba disputa a 18ª edição da Volta Ciclística de Goiás

0
Ciclismo Pindamonhangaba. (Foto: Divulgação)

A equipe de ciclismo de Pindamonhangaba (UniFunvic/Semelp/Gelog) iniciou nesta quarta-feira (16), a disputa da 18ª edição da Volta Ciclística de Goiás. A competição acontece na cidade de Caldas Novas – conhecida por suas fontes termais e belas paisagens – e contará com a participação de equipes e atletas de vários estados brasileiros.

A cidade será representada na competição pelos ciclistas Flávio Santos, Victor Ferreira, Rodrigo Melo, Euller Rabelo, Vítor Manzo, Gerson Muhlbauer e Guilherme Soares. O diretor geral, Benedito Tadeu Júnior “Kid”, o técnico Francisco Manzo e o fisioterapeuta José Rone Moura, completam a equipe na disputa em Goiás.

“É a primeira competição do ano para nossa equipe e estamos preparados para buscar bons resultados para Pindamonhangaba”, destacou Kid.

A 18ª edição da Volta Ciclística de Goiás terá cinco etapas de estrada e um contrarrelógio individual. No total os ciclistas irão percorrer 600 km passando pelas cidades de Caldas Novas, Rio Quente, Pires do Rio, Marzagão, Água Limpa e Ipameri.

PROGRAMAÇÃO
Dia 15/06 – Chegada das equipes em Caldas Novas
Dia 15/06 – 17:00 às 20:00 h – Apresentação das equipes e entrega de kit com regulamento;
Dia 16/06 – 8:30 h – 1ª Etapa: Caldas Novas / Pires do Rio / Caldas Novas – 120 km;
Dia 17/06 – 8:30 h – 2ª etapa: Caldas Novas / Ipameri / Caldas Novas – 140 km;
Dia 18/06 – 8:30 h – 3ª etapa: Caldas Novas / Marzagão / Água Limpa / Caldas Novas – 152 km;
Dia 19/06 – 08:30 h – 4ª etapa: Caldas Novas / Volta na serra / Rio Quente / Caldas Novas 88 km;
Dia 19/06 – 15:00 h – 5ª Sub-etapa: Contra relógio individual estrada de FURNAS – 15 km;
Dia 20/06 – 10:00 h – 6ª etapa: Circuito dentro da cidade de Caldas Novas – 1:30 horas + 3 Voltas.

Governo lança edital a partir desta segunda-feira, 12, para apoiar atividades culturais

0

Para apoiar locais privados ou municipais que promovam atividades culturais, eventos e festivais de arte, bem como geração de renda aos trabalhadores da cultura, o governo de Goiás, por meio da secretaria de estado de Cultura (Secult Goiás),  publicou no Diário Oficial o edital nº 01/2021 para a seleção de Projetos de Dinamização de Espaços de Cultura, do Fundo de Arte e Cultura (FAC), no valor de R$ 2 milhões.

O apoio financeiro às propostas do segmento artístico-cultural será concedido conforme exigências estabelecidas no referido edital. As inscrições ao pleito estarão abertas a partir desta segunda-feira, 12, e poderão ser feitas dentro da plataforma digital Mapa Goiano (https://mapagoiano.cultura.go.gov. br), até dia 7 de junho. Para participar do edital é preciso que o candidato esteja cadastrado no Mapa Goiano.

A Secult Goiás reforça que antes da efetivação da inscrição, é necessário que o candidato estude o edital, monte o projeto primeiro, para que, a partir daí, ele possa ser inserido na plataforma. Para isso, haverá um prazo de mais de 50 dias, para que todos os interessados antecipem sua participação ao certame, sem prejuízo do período legal.

O edital, o modelo de formulário de inscrição e os anexos estarão disponíveis aos interessados na plataforma digital Mapa Goiano (https:// mapagoiano.cultura.go.gov.br), no site: www.cultura.go.gov.br e do FAC (https://fundocul- turalgoias.educacao.go.gov.br/, além de atendimento pelo telefone: (62) 3201-4622.

Funcionamento

O governo de Goiás vai destinar R$ 1,250 milhão para contemplar mais de 50 espaços como teatros, galerias de arte, cinemas, centros e entidades culturais, cineclubes e pontos de cultura privados (com ou sem fins lucrativos), ou públicos – ligados às prefeituras do interior goiano.

Aos espaços públicos municipais, será reservada cota preferencial de 50%. A estimativa é de que pelo menos 600 empregos diretos sejam preservados com estes recursos, dentre eles, equipe de apoio às atividades artísticas.

Os R$ 750 mil restantes serão destinados a nove projetos que visem apoiar eventos e festivais culturais produzidos para a internet nas áreas do circo, dança, artes visuais, música, teatro, letras e cinema. A previsão é de que pelo menos 450 empregos diretos sejam contemplados com estes recursos. Também haverá cota preferencial de 50% para projetos municipais, voltados ao fomento no interior goiano.

Governo de Goiás declara o “Queijo Cabacinha” Patrimônio Cultural do Estado

0
Foto : Alex Martins

O governador Ronaldo Caiado sancionou a Lei nº 20.963, que declara Patrimônio Cultural do Estado de Goiás o “Queijo Cabacinha”, produzido tradicionalmente na região do Araguaia. A matéria foi publicada no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (14/01) e é de autoria do deputado Eduardo Prado. 

A alegação para a declaração como Patrimônio Cultural do Estado de Goiás é que essa certificação dará reconhecimento a esse saber único e também à região onde surgiu o “Queijo Cabacinha”, que já ganhou o Brasil e o mundo, e que certamente protegerá tanto os produtores rurais que detêm essa técnica de produção quanto o produto. 

A iguaria recebe esse nome devido ao formato que ela possui após ser amarrada e pendurada para secar. O “Queijo Cabacinha” é de origem italiana, e começou a ser fabricado com leite cru para povos nômades, e o seu nome na sua região de origem é ‘Caccio Cavalo’ devido ao modo como é deixado para secar. 

O “Queijo Cabacinha do Araguaia” já apresenta o diagnóstico de Indicação Geográfica pelo Sebrae IG). Esse selo é uma designação que identifica um produto ou serviço como originário de uma área geográfica delimitada, determinada qualidade, reputação e outras características atribuídas a essa origem geográfica e tem por objetivo agregar valor ao produto e proteger a região produtora. 

Este patrimônio da cultura goiana é produzido há quase um século nos municípios de Mineiros, Santa Rita do Araguaia, Portelândia, Doverlândia e Perolândia.

Fonte: Goiás Turismo

Selo Turismo Responsável: Segurança para todos

0
Selo de Turismo Responsável - Atualização 19/11/2020 - Goiás Turismo

O selo é um incentivo para que as pessoas sintam confiança para viajar, se hospedar e frequentar locais que cumpram protocolos oficiais para a saúde e segurança de todos: turistas e profissionais, posicionando o Brasil como um destino protegido e responsável.

Para ter acesso ao selo, as empresas e profissionais de Turismo precisam estar inscritos no Cadastur, o Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos, e seguir todos os protocolos e orientações para a prevenção da Covid-19. O selo é opcional e gratuito. Em Goiás, a cada dia mais profissionais e empresas dos municípios turísticos se habilitam ao selo Turismo Responsável. 

Confira a lista dos que estão certificados:
Turismo Responsável – Selos Emitidos
Fonte : Ministério do Turismo
Dados Gerados em 01/09/2020 ás 09:47:20

Governo de Goiás lança dois novos programas voltados para a recuperação econômica em Goiás

0

Nesta segunda-feira (14), o governador Ronaldo Caiado participou do lançamento de dois novos programas voltados para a recuperação da economia no estado de Goiás, o Mais Empregos e o Mais Crédito, no Palácio das Esmeraldas. O objetivo do Mais Empregos é conectar empresários, que ofertam vagas, com trabalhadores, que buscam recolocação no mercado, além de parceiras para cursos gratuitos de capacitação. Enquanto o Mais Crédito proporcionará que micro e pequenos empreendedores tenham a oportunidade de regularizar dívidas e ter acesso a linhas de financiamento. 

Ronaldo Caiado afirmou que a recuperação econômica de Goiás no pós-pandemia é prioridade nesse momento e que o Goiás tem demonstrado, diariamente, sua capacidade de recuperação e crescimento.  “Nós sabemos que ainda temos muito trabalho pela frente, tanto em relação às sequelas da Covid-19, como no desemprego e na demanda social que nós vamos enfrentar nos próximos meses”, salientou. César Moura, titular da Secretaria da Retomada, ressaltou que os programas são fruto de uma conexão entre instituições financeiras, entidades de classe e fornecedores de microempresas, incentivada pelo governo.

“O que queremos, nessa ação, é criar um ambiente de renegociação e parcelamento desses débitos, dentro de uma realidade em que o microempresário consiga honrar as parcelas e acessar uma linha de crédito. Assim, continuarão a gerar empregos e movimentar a economia”, anuncio César Moura, titular da Secretaria da Retomada.

Apoio

Os dois novos programas foram desenvolvidos pela Secretaria da Retomada, em parceria com a Goiás Fomento, a Secretaria de Indústria e Comércio (SIC), a Secretaria de Desenvolvimento e Inovação (Sedi) e a Goiás Turismo.  Em Goiás, o Sistema Nacional de Emprego (Sine) é responsável pela ponte entre empresários e trabalhadores ao monitorar e oferecer vagas de emprego. Entretanto, a partir desta segunda-feira (14), o processo foi simplificado e os empresários terão postos de atendimento do Mais Empregos disponíveis dentro da Associação Pró-desenvolvimento Industrial do Estado de Goiás (Adial), da Acieg e da Fecomércio, o que evitará a necessidade de deslocamento até o Vapt Vupt para ofertar as suas vagas. 

Atendimentos 

Os empresários interessados na regularização de dívidas devem agendar atendimento pelo telefone (62) 3237-2630 ou pelo WhatsApp (62) 9-9640-3244 a partir desta segunda-feira (14). Será necessário informar a lista de credores e apresentar uma proposta de plano de recuperação. Um modelo está disponível no site da Secretaria da Retomada. O atendimento presencial para os dois programas será realizado na sede da Associação Comercial, Industrial e de Serviços do Estado de Goiás (Acieg), entre os dias 14 e 25 de setembro, das 9h às 12h e das 14h às 17h. Após o agendamento, uma banca de conciliação montada pela Associação Comercial, Industrial e de Serviços do Estado de Goiás (Acieg) vai entrar em contato com os credores para dar início às negociações. Junto com a campanha de conciliação será realizada uma maratona de crédito, para que os empresários interessados possam se habilitar a linhas de crédito disponíveis via Banco do Brasil, Agência de Fomento de Goiás (GoiásFomento) e Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob) por meio do Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB). Os empresários contarão ainda com uma consultoria do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) para a retomada. 

Fonte: Sagres Online. https://sagresonline.com.br/caiado-dois-novos-programas-voltados-para-a-recuperacao-economica-em-goias/ .

Cerrado garante sobrevivência de quilombolas também na pandemia

0

O

7

O Cerrado, bioma que celebra hoje (11) a sua data nacional e que ocupa um quarto do território brasileiro, leva água a oito das 12 bacias hidrográficas do país, inclusiva a Amazônica e a do São Francisco. Além disso, ele é fundamental para a sobrevivência de povos tradicionais espalhados por diversas regiões, inclusive nas chapadas. Em Goiás, na Chapada dos Veadeiros, essa relação quase que umbilical foi intensificada com uma espécie de retorno às origens, quando a exploração de atrativos turísticos perdeu importância para a agricultura familiar de subsistência, impactando principalmente na rotina dos mais jovens. 

Cachoeira de Santa Bárbara

Descendentes de escravos, os quilombolas conhecidos como Kalunga são donos de alguns dos atrativos mais desejados por viajantes de todo o Brasil. Certificados pela Fundação Cultural Palmares, eles ocupam um vasto território delimitado pelo Incra que se estende entre vãos de serras e afluentes pelos municípios goianos de Cavalcante, Teresina e Monte Alegre, próximos à divida com o oeste baiano. Mas foi em Cavalcante, privilegiada pelas centenas de cachoeiras, muitas ainda desconhecidas, que o boom turístico aconteceu, embora na cidade ainda se respire em meio a uma paz e tranquilidade que não se encontram mais na vizinha Alto Paraíso de Goiás, a mais badalada da Chapada dos Veadeiros. 

Os primeiros visitantes começaram a chegar na comunidade Kalunga do Engenho II, a 27 quilômetros do centro do município, na década de 1990, ainda de forma tímida. Foi quando uma parcela dos quilombolas começou a perceber que poderia se organizar para explorar o ecoturismo, sobretudo o potencial da cachoeira de Santa Bárbara, a mais famosa da chapada por conta do poço de água azul cristalina, fenômeno visual causado pela presença do mineral calcita, o fundo de areia pura e o reflexo da luz solar. 

Centro Cultural Oscar Niemeyer reabre com limitação de visitantes

0
Foto: Luciano Guimarães

Após quase seis meses fechado devido à pandemia de Covid-19, o Centro Cultural Oscar Niemeyer volta a receber visitantes a partir deste sábado (05/09). Apenas a Esplanada Juscelino Kubitscheck estará aberta ao público para a prática de esportes e lazer. Os demais espaços, como o Monumento aos Direitos Humanos, o Palácio da Música, a Biblioteca Bernardo Élis e o Museu de Arte Contemporânea (MAC), continuam sem funcionar. 

A reabertura do pátio ocorre deste sábado até o feriado de segunda-feira, 5 a 7 de setembro, com capacidade limitada. Serão permitidos 100 carros no estacionamento, único local de entrada, já que o acesso pela GO-020 continuará fechado. O funcionamento será das 9 horas ao meio-dia e das 16 horas até às 22 horas. 

De acordo com o presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral, a abertura permanente do CCON vai depender do comportamento da população nesses três dias de funcionamento. “Haverá medição da temperatura na entrada, vamos fiscalizar o cumprimento do distanciamento social e o uso de máscaras. Será um teste para avaliarmos se a reabertura definitiva é viável”, afirmou. 

O Centro Cultural Oscar Niemeyer estava fechado para visitação desde o dia 16 de março. Na reabertura ao público, o Palácio da Música, conhecido popularmente como “cúpula”, vai receber a iluminação alusiva ao Setembro Amarelo, campanha nacional de prevenção ao suicídio. A realização de shows e eventos no local continua suspensa, sem data para a retomada. 

Serviço

Local: Centro Cultural Oscar Niemeyer: Av. Dep. Jamel Cecílio, Km 01 – Chácaras Alto da Glória, Goiânia – GO

Data: 5 a 7 de setembro

Horário: 9h às 12h – 16h às 22h

Foto: Luciano Guimarães